CLIQUE AQUI...
 
TEXTOS TÉCNICOS    
 
 
  CEPAV Menu
    CEPAV News
    Assessoria
    Exames e Preços
    Textos Técnicos
    Alergia
    DNA
    Download
    CD-ROM Atlas
    CEPAV Kids
 
  Tour Virtual


  
 
 
Atendimento On-line
Tireoide
 
O Que Você Precisa Saber sobre o Hipotireoidismo

Laboratórios CEPAV

A TIREÓIDE

A glândula tireóide é uma pequena formação localizada embaixo da pele no centro do pescoço, junto à traquéia. Ela é regulada por uma glândula menor localizada na base do cérebro chamada hipófise. A hipófise avisa a tireóide para produzir os hormônios tireoideanos e regula a sua concentração no sangue. A glândula tireóide é uma parte complexa do sistema endócrino dos animais. Ela tem várias funções que afetam diretamente a saúde dos animais desde a manutenção da pelagem até a regulação do metabolismo e funcionamento do sistema imunológico.

O QUE É HIPOTIREOIDISMO ?

O hipotiroidismo ( hipo = menos que o normal) é o resultado de uma diminuição da fabricação dos hormonios da tireóide pelo animal. 50 % dos casos de hipotireoidismo primário são devidos a um processo conhecido como Tireoidite Linfocítica ou autoimune que tem origem genética. O hipotioreoidismo também pode estar relacionado com deficiências na hipófise e outras causas que não são conhecidas.

SINTOMAS DO HIPOTIREOIDISMO

A gravidade dos sintomas do hipotireoidismo variam de acordo com o comprometimento da glândula tireóide e estão relacionados com a diminuição progressiva do metabolismo do animal. Nas fases iniciais da doença podem ocorrer: Sonolência, perda de interesse, diminuição no estado de alerta, dificuldade de movimentação, diminuição dos batimentos cardíacos, pele seca e áspera, pelagem de má qualidade e diminuição da sua velocidade de crescimento, infeções frequentes na pele que recidivam após tratamentos adequados, aumento de peso mesmo com a dieta limitada, anemia e infertilidade. Conforme a doença vai progredindo, estes sintomas tendem a se acentuar.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico do Hipotireoidismo se baseia em um exame de sangue que mede a concentração de hormônios da tireóide na circulação. Existem vários tipos de exames que podem ser realizados. O melhor teste disponível é um painel completo que compreende 8 tipos de análises, que vão identificar todas as possíveis alterações no funcionamento tanto da tireóide como da hipófise. São estes os exames realizados: T3 total, T4 total, T3 livre, T4 livre, anticorpos anti T3 e anti T4, anticorpos anti tireoglobulina e TSH.

Caso o hipotireoidismo seja confirmado, seu Médico Veterinário prescreverá uma medicação adequada nas doses determinadas. O produto de escolha é a levotiroxina sódica dada por via oral. Esta medicação deve ser administrada uma ou duas vezes ao dia de acordo com as recomendações do seu Medico Veterinário. A melhora clínica se verifica entre 2 a 4 semanas, dependendo da gravidade dos sintomas e do tempo de progressão da doença.

EVOLUÇÃO E CONTROLE DO HIPOTIREOIDISMO

Após 4 a 6 semanas do início da medicação, seu Médico Veterinário solicitará novos exames de sangue, para avaliar as concentrações do hormônio e se necessário proceder a um ajuste na dosagem do medicamento. A administração dos hormônios da tireóide juntamente com o controle através de exames de sangue serão necessários para manter um cão saudável e feliz.

O Cepav Laboratórios mantém um serviço de informações e esclarecimento de dúvidas que pode ser solicitado por profissionais, criadores e proprietários através dos telefones (011) 3872-9553 ou pela Home page www.cepav.com.br

 

 
CEPAV PHARMA LTDA.
Rua Dom Bento Pickel, 605
Casa Verde Alta - São Paulo - SP.
CEP. 02544-000
Tel.: (11) 3872-2111
CEPAV - Centro de Patologia Clínica Veterinária Ltda.
Rua Tanabi, 185
Água Branca - São Paulo - SP.
CEP. 05002-010
Tel.: (11) 3872-9553

Copyright - CEPAV, 2009. Todos os direitos reservados